Blog

Toda a informação sobre turismo sustentável

O Instituto de Turismo Responsável e a Fundação InterMundial apresentam o “Manifesto do Turista Responsável”

responsible traveler manifest

O Instituto de Turismo Responsável e a Fundação InterMundial apresentam o “Manifesto do Turista Responsável”, um documento-guia para viajar de forma responsável. Este manifesto foi apresentado publicamente esta manhã, véspera do Dia Mundial do Turismo, que este ano celebra 2017 como o “Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento”. Manuel López, da Fundação InterMundial e CEO da InterMundial Seguros, Tómas Azcárate, presidente do Instituto de Turismo Responsável e Yolanda Pedromo, Diretora do Programa de Membros Afiliados da Organização Mundial de Turismo (OMT), foram os encarregados pela realização desta apresentação.

O documento articula 10 princípios fundamentais, redigidos a partir dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável criados pela ONU na sua Agenda 2030 e o critério de reconhecidos bloggers de viagens. O objetivo é documentar que qualquer turista possa utilizá-lo como um exame pessoal, tanto durante a sua viagem como pós-viagem, de forma a poder melhorar.

Ser conhecedor dos riscos associados a viajar e tomar precauções, fomentar o desenvolvimento local do Destino consumindo produtos e serviços locais, contribuir para a conservação, proteção e regeneração do ecossistema do Destino, respeitar a diversidade e não participar em atividades discriminatórias, favorecer a sustentabilidade do património e das infraestruturas do Destino, fomentar as condições laborais justas que respeitam os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras ou escolher experiências ou produtos que promovam o desenvolvimento e inovação do Destino são alguns dos pontos do documento. O Manifesto desenvolve cada um destes pontos, explicando de forma pormenorizada como um turista pode contribuir para viajar da forma mais sustentável possível.

Qualquer pessoa poderá assinar simbolicamente este Manifesto, que se encontra online na página www.manifiestoviajeroresponsable.es , comprometendo-se, desta forma, com um modo de viajar e fazer turismo responsável e consciente com o impacto que gera no Destino deverá ser sempre positivo. O Manifesto apoio, além disso, o “Selo de Turista Responsável”, uma distinção para aqueles bloggers de viagens que cumpram com os princípios do documento e sejam exemplos de viajantes comprometidos com esta causa.

"Queremos envolver o viajante na busca de um melhor turismo", diz Manuel López, patrono da InterMundial Foundation e presidente da InterMundial Seguros. "Ele é o verdadeiro protagonista da viagem e, portanto, a responsabilidade se afasta dele".

Da parte do presidente do Instituto de Turismo Responsável, Tomás Azcárate, recordou que 2017 foi proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, com o objetivo de “ampliar a contribuição do Turismo para os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, assim como aumentar a consciencialização sobre as verdadeiras dimensões de um setor cujo impacto no Desenvolvimento Sustentável é crucial”. Azcárate afirmo ainda que “os Turistas Responsáveis são aqueles que respeitam e destacam o valor não só patrimonial ou natural do Destino, como também a cultura, a tradição e o conhecimento local em todas as suas formas.”

"Nós devemos parar de pensar no turista como alguém que devasta o território e pensa que pode ser um agente transformador, um agente de mudança", concluiu Yolanda Perdomo, diretora da Organização Mundial do Turismo (OMC) . "Se cada um dos 43 milhões de passageiros que viajam a cada ano pensa que podem fazer algo para melhorar, haverá uma verdadeira revolução".

CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DA MANIFESTO

Partilhar: